Robber, o ladrãozinho

Imagem 391

Um dia eu estava na cozinha, que tem acesso ao jardim e vi um pequeno Jack Russel Terrier, com seu mini tamanho de cachorro que pensa que é grande, passeando lá fora. Abri a porta, nos cumprimentamos, já que ele aceitou um carinho. Alguém assobiou e ele se mandou. “Vai ver é algum cachorro que passeia sem coleira e veio parar nos fundos da nossa casa”, deduzi cá com meus botões.

A noite, o Damian me contou que era seu cachorro, e que a sua família tinha lhe dado um ultimato, do tipo toma que o filho é teu.
– What’s his name? – sei que pelas regras da gramática nos referimos aos pets como “it”, mas me parece se referir a ele como uma coisa!
– @$&!@?$ – o Damian respondeu. Detalhe, ele é irish e fala pra dentro.
– What? I did’t understand, sorry!
– R…@$&!@?$… – foi o que entendi.
E afinal, por dedução entendi que era “Robber”, como “ladrão”, alguma ironia vai saber! E o ladrãozinho é um talento só! Se o Damian mira a mão fechada imitando uma arma e fazendo “bang”, ele se finge de morto. E com todo o seu pouco tamanho, faz “hi – five” batendo uma das patinhas superiores na palma da mão estendida do Damian. Tudo isso em troca de uma comidinha, que tudo tem sua recompensa nessa vida!
Na aula que falamos sobre animais, feito uma criança do maternal,  contei pro meu divo, o irish teacher, que temos um cachorrinho na casa onde moro.
Quando falei o nome ele riu, mas ok, cada um dá o nome que quer pro seu bicho. Eu mesma já tive uma chefinha que falava do Tapete sem parar, demorei uma semana pra descobrir que se tratava do cachorro mais famoso da Rua Augusta!
A Lola, minha gata, era Margareth quando chegou, mas não só não me agradava como não dava nem pra encurtar pra um apelido mais leve. Ai virou Lola graças ao filme “Run, Lola, run”, já que no início ela fugia de mim, mas foi só no começo!
Então eu que ainda vou ter meu pug, fico feliz toda vez que ouço o barulho das patinhas do “Robber” no assoalho da casa.
Um dia foi que me deu um clique e perguntei a Maria como era o nome dele, foi então que descobri que o “Robber” na verdade se chama “Rebeld”!
Hoje o Damian me disse que é possível que ele tenha que achar outro lugar pro Rebeld, porque tem gente se incomodando. Me doeu o coração demais…mas por outro lado entendo! Somos uma casa, que apesar de enorme, vivem dezessete pessoas, e embora me custe acreditar que tem quem não goste de bicho, ainda sim é um ambiente compartilhado e as pessoas tem o direito de reclamar.
Só sei que torço a favor do pequeno Rebeld, que com toda a sua simpatia, me permito a breguice, roubou mesmo foi meu coração!

Imagem 327

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: